sexta-feira, 4 de abril de 2014

PADRE JOSÉ DE ANCHIETA, SANTO OU TRAIDOR?

TAMOIOS, TAMUJOS
TAMBÉM ERAM TUPINAMBÁS
SÓ QUE, DESSES, OS PRIMEIROS, OS ANTIGOS.

SE STADEN NÃO FOI COMIDO
POR PURA SUPERSTIÇÃO,
QUE DIRÁ O ANCHIETA
COM SUA BATINA PRETA
E A MANIPULADA ERUDIÇÃO.

A ESTE MÍSTICO CONSELHEIRO
O CACIQUE ESTENDEU A MÃO
NÃO O CUNHAMBEBE DE STADEN,
MAS SEU FILHO, DE IPEROIG,
ÁGUA DE TUBARÃO.

E ASSIM A MÃO SINISTRA
DO PADRE DE FALA MANSA
AMANSOU A TRIBO DO FLECHAL,
ANTES A TIVESSEM DECEPADO
COMO AIMBERÉ DESEJOU, MOQUÉM.

DESDE ENTÃO NEM TAMOIOS,
NEM TUPINAMBÁS, NEM TUPINIQUINS,
O PERÓ VENCEU,
E TUDO SE ACABOU.

REVELADO O PEABIRÚ
NENHUM TEIÚ SOBROU.

HOJE SÓ RESTOS, ECOS,
QUE NOS VERSOS DA FOLIA,
AINDA RESISTE,
O SANGUE TUPINAMBÁ.

Um comentário:

  1. Lindo poema! Verdadeiro, sem fantasiar a história. Parabéns!

    ResponderExcluir